IMPRIMIR


Economia

Prêmio para quem
produz cidadania

DANIEL LIMA - 05/07/2000

LivreMercado acertou em cheio ao abordar na edição do mês passado as transformações estruturais que ocorrem no Sistema Fiesp/Ciesp (Federação e Centro das Indústrias do Estado de São Paulo). A 10ª Convenção Anual do Ciesp, realizada na segunda quinzena de junho em São Paulo, não só indicou de que forma o jogo do poder se desloca do topo para a base da entidade, como sinalizou com novas luzes o horizonte da indústria paulista. Numa única tarde, as 41 diretorias regionais do Ciesp apresentaram 32 cases políticos, sociais, econômicos e administrativos que deram ao evento característica de uma usina de idéias.

Denominada 1ª Apresentação Ciesp de Ações Regionais, a exposição mostrou que a indústria paulista, principalmente a de médio, pequeno e microporte de capital nacional, reage positivamente às pressões impostas pela globalização. Ao mesmo tempo em que algumas diretorias do Ciesp concentram-se em iniciativas administrativas para agilizar a produção de serviços às empresas associadas, outras empenham-se em ações políticas e sociais que colocam a indústria como protagonista das novas demandas da sociedade. O Ciesp está presente em fóruns de desenvolvimento que proliferam no Estado de São Paulo e busca cada vez mais a integração com universidades para abastecer de informações e pesquisas as indústrias que representa.

O Sistema Fiesp/Ciesp premiou os 12 melhores cases -- três de cada categoria (político, social, econômico e administrativo) -- para motivar novas realizações à convenção do próximo ano. "Trata-se apenas de estímulo. A premiação não pretende criar clima de competição entre as diretorias" -- afirma Horácio Lafer Piva, presidente das entidades. Dois cases do Grande ABC foram homenageados: Integração das Diretorias ABCD/Santos e Agência de Desenvolvimento Econômico do Grande ABC. A premiação contemplou: 

 Político -- Fórum para o Desenvolvimento da Zona Leste, de São Paulo; Fórum Regional do Comércio, Indústria e Prestação de Serviços, de Jundiaí; e Criação da Região Metropolitana de Campinas, de Campinas.

 Social -- Programa de Profissionalização de Pessoa Portadora de Deficiência, de Jacareí; Programa Atleta do Futuro, de Sertãozinho; e Pró-Criança, de Franca.

 Administrativo -- Integração das Diretorias do ABCD/Santos, do Grande ABC e Santos; Profissionalização do Departamento de Comércio Exterior, de Campinas; e Web Site do Ciesp de Jundiaí, de Jundiaí.

 Econômico -- Programa Gestão de Negócios, de Jacareí; Agência de Desenvolvimento Econômico do Grande ABC, diretorias do ABC; e Consórcio de Exportação nas Empresas do Vale do Paraíba para o Setor Aeroespacial, de São José dos Campos. 

A fermentação de iniciativas apresentadas na convenção empolgou Lafer Piva. "Nunca as medidas dinâmicas e profundas realizadas por nossas regionais foram expostas com tanta transparência. Sinceramente, não sabíamos que estavam acontecendo coisas tão boas" -- festejou o comandante da entidade que representa 55% do PIB brasileiro. Ao lado de Piva, vibrou o também empresário Fausto Cestari, vice-presidente do sistema e um dos responsáveis pela mostra. "As delegacias comprovaram que têm produção quantitativa e qualitativa. Nos próximos meses teremos oportunidade de conferir os efeitos positivos do intercâmbio de idéias proporcionado pela convenção. Foram disseminados novos conceitos e é isso o que importa nesse momento de transformações" - enfatiza Cestari.

A 1ª Apresentação Ciesp de Ações Regionais extrapolou. Diretorias que representam cidades e regiões da Grande São Paulo e Interior do Estado divulgaram realizações que mostram a entidade cada vez mais interessada com qualidade de vida, preservação do meio ambiente, combate à criminalidade, importância da formação escolar e desenvolvimento de pesquisas. Cidadania e responsabilidade social são questões definitivamente inseridas na nova visão holística do Sistema Fiesp/Ciesp.

O passo seguinte é juntar as partes para constituir um todo. "É uma questão matemática: o todo sempre será maior do que a soma das partes" - filosofa Horácio Lafer Piva. A expectativa do presidente da Fiesp/Ciesp é de que, ao agregar o conhecimento obtido em experiências regionais bem-sucedidas, a entidade ganhe dinâmica para atuar na abordagem de temas de relevância nacional. "Como indústria, seremos mais competitivos dentro e fora de nossos mercados na medida em que ampliarmos a sinergia entre os braços regionais e o comando central da federação" -- acredita Piva.



IMPRIMIR