Imprensa

História do melhor jornalismo
regional do País. Leiam! (103)

  DANIEL LIMA - 01/10/2018

Reproduzimos hoje os primeiros trechos de duas matérias da edição de julho de 1997. A primeira, da jornalista Malu Marcoccia, mostra um até então pouco conhecido e reconhecido perfil de Ivonice Satie, até outro dia ativíssima dançarina que fez sucesso no Brasil e no exterior. E em seguida, mostramos a atuação da unidade do Sesi de São Bernardo. As duas matérias foram impressas na melhor revista regional do País, LivreMercado, antecessora de CapitalSocial.  “Ivonice Satie, uma pequena notável” foi o título escolhido: leia os primeiros parágrafos de Malu Marcoccia: “O som do biwá, instrumento japonês correspondente ao violoncelo ocidental, ainda está muito presente. O kembu, a milenar dança dos samurais, nunca saiu das gratas recordações. E o professor de artes marciais Mitsugui Yoshinatsu tem lugar cativo não só na memória, mas sobretudo no coração. Não poderia ser diferente. Mitsugui Yoshinatsu foi avô e grande referencial na carreira da premiada bailarina Ivonice Satie, a dama da vida cultural de Diadema há pelo menos quatro anos, desde que foi convidada a virar de ponta-cabeça o mundo da dança na cidade. Ivonice experimenta grande momento de brilho na carreira de 38 anos dedicados à dança não só porque Shogun, seu primeiro trabalho coreográfico, criado em 1982 em homenagem ao avô e várias vezes consagrado na Europa, cruzou o Oceano rumo à América e estreou, no mês passado, a Maximum Dance Company, em Miami, depois de ter aberto em fevereiro o calendário deste ano do San Francisco Ballet, na Califórnia”. Agora, sob o titulo “De escola a um clube popular”, o retrato de 21 anos atrás do Sesi do Bairro Assunção, em São Bernardo: “Se o parque industrial do Grande ABC já não é mais o mesmo comparado há 10 anos e isso é fácil verificar passando os olhos sobre a diversidade de galpões abandonados e o surgimento de estabelecimentos comerciais e de serviços em antigos espaços fabris, é natural que o SESI, Serviço Social da Indústria, tenha mudado também. Não que ocorreram alterações na personalidade de qualquer uma das 48 unidades paulistas dessa entidade criada em 1946 para proporcionar respaldo social através de ações voltadas à educação, esporte e lazer, saúde, cultura e qualidade de vida. O que aconteceu de maneira sensível no SESI de São Bernardo, um dos cinco maiores do Estado com 53 mil metros quadrados de área no Bairro Assunção e 150 funcionários, é muito mais mudança de forma do que de conteúdo”. 

05/07/1997 - Ivonice Satie, uma pequena notável

05/07/1997 - De escola a um clube popular

Leia mais matérias desta seção: